29/08/2022

Resenha: A Fabulosa Casa com Pernas




Marinka é uma menina com muitos sonhos, neta de uma Yaga, que todas as noites orienta os mortos pelo portão em direção as estrelas para iniciar sua jornada de morte. Todas as noites eles celebram suas vidas, suas lembranças e tudo de bom que essas almas alcançaram, e são guiadas. ao fim da festa, em direção de sua jornada pelas estrelas. Marinka está destinada a ser como a vó, porém ela tem outros anseios. Quer ver os vivos, criar laços e raizes e não se mudar tanto, o que se torna um pouco dificil quando se mora em uma casa com pernas.


 Amo o fato de essa história ser narrada por uma criança. Além da liguagem fácil, temos conclusões rápidas e simples nos pensamentos de Marinka para a solução das coisas, habilidade essa que vamos perdendo conforme viramos adultos, que me fez olhar novamente para essa linha de raciocinio que não visito a alguns anos.


 Achei incrível como um momento que normalmente é tão doloroso foi transformado em uma celebração de uma forma linda e sutil. Apesar do susto de alguns mortos ao descobrirem quais são suas circuntancias, eles chegam para uma grande festa, são recebidos com felicidade e comida farta. Nesse momento podem olhar uma última vez para as coisas que, durante a leitura, me lembrei ser as reais conquistas nas nossas vidas: o amor da família e dos amigos ou até aquele sentimento empolgante de uma grande e nova descoberta.


 As revelações da história me deixaram impressionada. Eu realmente não sabia o que esperar desse desenvolvimento e cada acontecimento só me fez ler ainda mais rápido. A curiosidade para descobrir qual seria o futuro de Marinka, e as circuntâncias entre o que ela escolheria e o que poderia fazer me deixou muito curiosa. Muitas vezes eu também senti sua dor. Quantas vezes na vida somos colocados a frente de uma situação que não queremos enfrentar?


 A fabulosa casa com pernas foi uma grata surpresa em 2022. Uma história que fala sobre pontos tão importantes e delicados como a morte, destino e levar dessa vida o que realmente importa, se tornou um dos meus livros favoritos. A leitura se tornou mais fluida e o ambiente ainda mais palpável com parte sensorial que podemos acompanhar muitas vezes no decorrer da história, como um ambiente aconchegante de uma lareira e um banquete quentinho daquela comida conforto fumegando na mesa. Com certeza se tornou um dos meus livros favoritos da vida!

Nenhum comentário

Postar um comentário