16/12/2018

Como ir do aeroporto de Fiumicino para o centro de Roma



Olá minha gente, tudo bem? E a viagem à Itália chegou ao fim, foi maravilhoso e eu vim contar pra vocês tudo que aconteceu por lá. Tenho uma lista de posts e vídeos para fazer, então segura esse forninho que tudo que você precisa saber sobre viagem pra Itália vai aparecer por aqui.
Hoje eu vim contar pra vocês as diversas opções de transporte do aeroporto de Fiumicino até o centro de Roma.
Se o seu primeiro destino for Roma, com certeza você desembarcará nesse aeroporto, que fica em uma comuna vizinha à Roma. É como se fosse do aeroporto de Guarulhos pra São Paulo, sabe?!

Para se locomover até o centro de Roma nós temos algumas opções, para todos os bolsos. Eu usei algumas delas e vim listá-las pra vocês:

Trem: Quando você desembarca no aeroporto de Fiumicino, siga as placas que vão te mostrar o caminho para a direita assim que você sair da imigração. Nelas você vai encontrar o caminho para a estação de trem sem precisar sair do aeroporto, porque a estação está em anexo ao mesmo. Haverão diversas máquinas Leonardo Express, que é o trem que vale mais a pena. Ele custa 14 euros e pode ser pago direto na maquina com cartão ou mesmo dinheiro.
Eu fiz a compra do meu bilhete nesse corredor da saída da imigração, e foi super rápido. Não se esqueça de comprar o Roma Termini, classe 1 sem paradas, que ele chegará direto à estação central de Roma.
TODO bilhete deve ser validado nas máquinas da Leonardo Express antes de você embarcar, isso porque ele indica o horário certinho que você vai entrar no trem, caso contrário isso pode te acarretar uma multa.
existem 2 tipos de tickets de trem: um maior, que você deve validar nas máquinas, e um como na imagem abaixo, que é menor e não precisa ser validado. Fiquei com medo de tomar um multa, mas dois funcionários da estação me garantiram que não seria necessário, creio que por causa do QR code.

Bom, finalmente embarcamos, e é claro que com emoção: entramos no trem errado! Na estação eu achei tudo meio confuso, então se você comprar um ticket direto para o Termini, da  Leonardo Express, vai estar o nome da empresa bem grande. Embarcamos finalmente no trem certo, e alguns minutos antes de partir, um rapaz da empresa passou validando todos os tickets e conferindo tudo. O trem é bem confortável, e tem espaços acima dos bancos e nas extremidades do vagão para guardar as malas durante a viagem.

interior do trem


Em cerca de meia hora chegamos à estação central, onde pegamos um ônibus que nos deixou na porta do hotel. Na própria estação você pode comprar bilhetes para o ônibus, que deve ser comprado antes, pois o motorista não aceita em dinheiro. E assim como no trem, o ônibus não tem catraca e você deve validar o bilhete assim que entrar, isso porque na Itália os bilhetes são válidos por minutos.

Se você perder o horário do trem, tudo bem, entre no seguinte sem problemas. Só atente-se para entrar no trem do seu destino correto. Os trens partem a cada 15 minutos.

Não tenha medo de fazer perguntas, os italianos todos nos explicaram de forma clara nossas dúvidas.

Dica: No corredor do caminho entre o aeroporto e o trem, tem uma loja da Tim, onde comprei meu chip e o funcionário já validou ele pra mim na hora, pagamos 35 euros por 10gb e 200 minutos para ligações inclusive internacionais.

Ônibus: Essa forma eu não tentei, mas sei que bem na porta de saída do aeroporto existem ônibus fretados que levam até o centro de Roma ou até mesmo até a porta do seu hotel. Custam em torno de 8 euros, porém podem demorar mais tempo pra sair.

Transfer Privativo: Esse eu usei para retornar ao aeroporto. Meu voo era muito cedo, e como não queria arriscar, optamos por reservar um transfer. Claro que ele sai mais caro, mas não muito mais que o trem e vale bastante a pena. Eu contratei em Roma com a Ingrid do Em Roma. Ela tem um perfil no instagram onde mostra a Itália e ruazinhas de Roma pelos seus olhos e eu amo acompanhar. Ela foi super atenciosa, e o motorista chegou uns 15 minutos antes do horário combinado, foi super educado e nos levou numa mini van super confortável. Chegamos em Fiumicino em 25 minutos e foi a melhor coisa que eu poderia ter feito pra situação. O motorista nos deixou no terminal em que partiríamos com todas nossas malas.

Ou se você sabe dirigir, pode também alugar um carro no aeroporto e devolver nele mesmo, facilita sua vida na hora de organizar suas idas e voltas.

A viagem foi incrível e eu estou cheia de dicas para dar pra vocês, estão preparados?

Beijos!

Nenhum comentário

Postar um comentário