12/03/2018

Como se sentir melhor em crises de ansiedade



Olá minha gente, tudo bom? Isso mesmo que você leu no titulo. Hoje eu vim dar algumas dicas que eu uso pra melhorar crises de ansiedade. Em cada pessoa isso acontece de uma forma diferente, mas comigo é bem ruim. Eu tenho algumas palpitações, acho que tudo de ruim vai acontecer tudo junto e agora, suo muito e é bem ruim. Então estou abrindo meu coração nesse post para dar essas dicas.



A primeira coisa que é muito importante: sim, essas coisas acontecem na sua cabeça, mas procure ajuda! É um problema de saúde como qualquer outro e precisa de acompanhamento médico. Converse com sua família ou amigos, pessoas que você confia se for preciso para te ajudar, tá?


Água e respiração: Quando você se sentir mal e ver que está com uma crise de ansiedade, tome água, respire fundo e devagar que isso já melhora muito. A respiração profunda ajuda a diminuir a frequência cardíaca e logo isso te acalma com mais facilidade. Meditações também ajudam muito, onde você pode ouvir uma pessoa te guiando para uma calma maior. Eu uso o Zen e sempre dá certo.

Desvie a atenção: Não importa a hora, eu sempre vou fazer alguma coisa. Qualquer coisa. Ver redes sociais, jogar qualquer coisa no celular ou ir conversar com alguém sobre isso (se você ainda não estiver preparado para falar para as pessoas, converse sobre outros assuntos) vale mesmo estar ciente da sua situação e tirar a atenção para ela não ganhar destaque. Eu sempre recorro ao youtube e funciona muito. Mas não esqueça que isso é um problema e que tentar desviar a atenção não é deixar isso de lado, então procure ajuda.

Sinta-se confortável: É tão bom quando a gente está no meio de uma crise e se sente confortável. Coloque uma roupa mais larga, acenda velas ou incensos, leia aquele livro que você gosta. A situação ideal de estar em paz sabe? Todo mundo tem aquelas coisas que ama fazer pra se sentir no paraíso, então aproveite!

Espero que gostem das dicas e elas ajudem a você se sentir melhor! 

Beijos!


Nenhum comentário

Postar um comentário