20/08/2018

Como tirar a certificação internacional da vacina da febre amarela?




Olá minha gente, tudo bem? Hoje eu trouxe um assunto bem legal pra vocês que é importante procurar antes que viajar: certificação internacional da vacina da febre amarela: eu preciso? como fazer? porque fazer? Todas suas dúvidas vão ser tiradas aqui. Eu ia fazer um vídeo sobre, mas é bom ter um assunto importante e detalhado como esse escrito, por isso resolvi escrever esse post.

Quem precisa tomar a vacina da febre amarela?
Em casos de viagem, você pode consultar no site da anvisa a página do viajante. Guarde esse link que ele vai ser importante pra mais tarde. Faça seu cadastro já. Temos também esse aquivo que diz os países que são obrigatórias as vacinas da febre amarela. 
Fazendo o cadastro no site do viajante da avisa, você consegue consultar os países e suas necessidades, seus dados pessoais, o agendamento de suas vacinas e seus certificados.

Existem países onde a vacina é obrigatória, mas você quase nunca vai encontrar algum lugar, no momento da compra, dizendo que ela é necessária. Então, antes mesmo de comprar a passagem, confirme os pré-requisitos que o país que você vai exige para entrada de estrangeiros.

Eu estou indo para um país onde a vacina da febre amarela e o certificado internacional não são obrigatórios, daí você me pergunta: porque eu tirei? Simples. Não sabemos o dia de amanhã. primeiro, como é uma certificação pra vida toda, ao viajar pra outros lugares não vou precisar me preocupar com isso. E vai que amanhã nós, ou até o país que nós vamos tem um surto louco da doença? Todos os lugares vão lotar e esgotar a vacina, então, enquanto ''a poeira está baixa'' você adianta essa parte.

Lembrando que para Itália a vacina da febre amarela é apenas recomendada, e não exigida para entrar no país. (por enquanto)

Dadas todas essas informações, nós temos 2 perfis de pessoas: as que já tomaram a vacina e precisam de um comprovante, e as que ainda não tomaram.

Att: se você é de SP e já tomou a vacina, o institui Emílio Ribas em SP por exemplo não emite o certificado de vacinas tomadas em outros estabelecimentos. Tente ligar nos estabelecimentos no link acima nesse post para verificar.

Digamos que você já tomou a vacina, você tem que: Comparece a um dos postos de emissão do certificado (você encontra todas essas informações depois do cadastro feito na anvisa, na página do viajante) e levar com você o comprovante da vacina, carteira do SUS, documento com foto, o cadastro no site da anvisa/viajante feito e comprovante da viagem.
No meu caso, eu tomei a vacina em janeiro, guardei o comprovante, e em agosto fui até o posto da Penha em SP, sem agendar nada, e tirei minha certificação super rápido. Eles atendem nesse posto de segunda à sábado, das 8 da manhã as 18h. Os horários podem variar de acordo com cada hospital, consulte o mais próximo de você (também no site da anvisa)

Se você ainda não tomou a vacina: Tome ela em qualquer posto público que a mesma esteja disponível perto da sua casa, guarde o comprovante e faça o procedimento acima.

Você pode também verificar os postos que já emitem o comprovante, caso você não tenha tomado a vacina, e já fazer as duas coisas de uma só vez. Em casos de surto, como no começo do ano, era necessário um agendamento prévio para tomar a vacina e emitir o certificado. Mas no dia que eu fui, o posto estava vazio e as pessoas estavam chegando e tomando a vacina sem agendamento.
O mais popular no centro de SP é o instituto Emílio Ribas.

Você pode também tomar a vacina em uma instituição particular, que já vai emitir esse certificado pra você sem demora, porém deve custar algo em torno de R$200.

Não esqueça de providenciar a vacinação e certificado o quanto antes, pois é necessário que você esteja com tudo ok pelo menos uns 10 dias antes do embarque.

Acredite: se você não estiver com tudo ok, não voa. E a companhia aérea não vai medir esforços para manter você em solo caso um mínimo comprovante de vacinação não estiver em dia, entenda: é para sua segurança.
Resultado de imagem para flu shot girl gif



Algumas pessoas não podem tomar essa vacina, consulte também as restrições da vacina, você pode verificar alguns desses grupos clicando aqui.

Então é isso, confira bem seus documentos necessários e boa viagem! Se tiverem mais alguma dúvida sobre a certificação internacional da vacina da febre amarela podem perguntar! Eu tinha muita dúvida quanto a isso, e se eu puder ajudar cada um de vocês a viajar melhor vai ser incrível!

Beijos!

13/08/2018

Belém do Pará: centro histórico e Amazônia

Olá minha gente, tudo bom? Mais um post sobre Belém do Pará. Vim contar o básico que você precisa ir ver quando vistar a cidade! Em Belém temos muita coisa pra ver, mas separei aqui o básico que você não pode perder.
Minha viagem durou 4 dias, e aqui vai uma dica de ouro: durante o carnaval, tudo funcionou e a cidade estava vazia. Isso porque as cidades vizinhas têm um carnaval mais tradicional e todo mundo corre pra lá.

Resultado de imagem para mangal das garças

Mangal das Garças: É um parque lindo onde os animais ficam todos soltos e vão pra onde querem. É a coisa mais linda. Com borboletário, museu, mirante e vista para o rio, é um lugar para passar uma tarde maravilhosa e depois almoçar no restaurante que tem dentro do parque mesmo,o Manjar das garças.

Resultado de imagem para forte do presepio

Forte do presépio + casa das onze janelas: Aqui nós temos uma rápida exposição com mais da cultura local, e uma vista linda e de outro angulo do mercado Ver-o-peso. Vale muito o passeio.

Praça do relógio + catedral da Sé: Famosa praça onde a Joelma gravou um de seus primeiros clipes, ficam muito perto do mercado ver-o-peso e você ainda pode conhecer uma igreja local. Reza uma lenda que uma cobra gigante mora abaixo da igreja, vale a visita.



Mercado do Ver-o-peso: Esse é simplesmente imperdível. No mercado, você encontra diversos sabores do Pará pra cozinhar em casa, muito artesanato e muita comida local. Com uma boa pechincha aqui você compra todos os sabores da Amazônia, compra seus artesanatos para levar de presente e recordação e ainda senta pra comer um peixe frito com açaí.



E aqui se vai mais um post sobre Belém. Espero que estejam gostando dos posts sobre viagem, eu estou amando fazer! Se tiverem alguma dúvida sobre a cidade, só perguntar nos comentários!

Beijos!

07/08/2018

Amazon Beer e os restaurantes da Estação das Docas em Belém do Pará



Olá minha gente, tudo bem? Resolvi contar pra vocês TUDO que eu vivi em Belém. Definitivamente o lugar mais rico culturalmente que eu já conheci. Como nosso país é rico em sabores, cores e etnias e eu pude ver tudo isso em Belém. Definitivamente é um lugar que eu quero voltar e que eu nunca vou esquecer.
Hoje eu vim indicar um restaurante pra vocês: o Amazon beer. Ele fica na estação das Docas, complexo onde você pode encontrar restaurantes, artesanatos e um final de tarde lindo pra se olhar na beira da baia do Guarajá. Temos aqui também um passeio de barco, onde você passeia no pôr do sol pela orla, conhecendo mais da história da cidade, das docas, do carimbó e lendas da região. O passeio tem que ser feito por turistas porque é simplesmente incrível.
Também na estação das Docas temos um bônus: o melhor sorvete que eu já tomei na vida, o Cairu. Todos os tipos de sorvete, até os quais você não pode imaginar temos aqui. Um mais gostoso que o outro, e acho difícil algum sorvete ser melhor.




Um ambiente descontraído ao entardecer, com uma musica bem leve tocando num ambiente moderno o qual manteve suas origens. Aqui podemos encontrar também peças em exposição que tem a ver com a história da cidade.




Ao jantar no Amazon Beer peça sem erro: Arroz de jambu com filhote, que é o peixe da região. De longe foi o melhor prato que eu já comi na minha vida. Muito saboroso, até hoje sinto vontade de voltar pra provar mais sabores do Pará. E para acompanhar peça uma cerveja de açaí. Com uma lindíssima apresentação, o restaurante possui cervejaria própria, onde você pode ver todo o processo. As cervejas tem um sabor único, e cada uma com um sabor diferente de uma fruta da região.




Você ainda pode conseguir ver gratuitamente algumas apresentações de carimbó na parte externa das Docas, consulte o site para verificar a programação.

A entrada na estação das Docas é gratuita e é um lugar muito legar para passar um final de tarde e jantar. 




Reserve mais ou menos R$100 por pessoa para o prato + bebidas. Não é tão barato mas é um prato e ambiente que valem a pena.

Beijos!